IMPRESSÃO 3D – Você sabe o que é?


Você já ouviu falar de impressão 3d, correto? Mas você conhece os detalhes? A gente preparou um texto cheio de curiosidades pra você!

Origem:

A Impressão 3D surgiu em 1984, a primeira impressão 3D funcionando a pleno vapor foi inventada por Chuck Hall, um engenheiro físico norte-americano do estado da California, em 1984, utilizando a estereolitografia, tecnologia precursora da impressão 3D. Hull já havia desenvolvido um ano antes a tecnologia do que viria a ser a máquina, quando ela tinha duas funções principais, sendo uma delas a criação, ela foi criada no dia 16/4/1984 usando lâmpadas para solidificação de resinas, primeiro objeto criado pela ferramenta. 

A principal, entretanto, foi a confecção de partes de plástico de forma rápida, já que o processo tradicional levava de seis a oito semanas, e as peças ainda precisavam ser refeitas diversas vezes devido a problemas na manufatura. Sendo assim, com a produção desses componentes em um ambiente controlado e de maneira muito mais veloz, a impressora 3D já demonstrava flexibilidade e rapidez, duas de suas principais características até 2014.

Recentemente, as impressoras 3D tornaram-se financeiramente acessíveis para pequenas e médias empresas, levando a prototipagem da indústria pesada para o ambiente de trabalho. Além disso, é possível simultaneamente depositar diferentes tipos de materiais.

Definição:

A impressão 3D, também conhecida como fabricação aditiva, é o processo pelo qual objetos físicos são criados pela deposição de materiais em camadas, com base em um modelo digital. Todos os processos de impressão 3D requerem o trabalho conjunto de software, hardware e materiais.

Impressoras 3D montam objetos, camada por camada, a partir de pedaços de materiais, da mesma forma que as impressoras tradicionais criam imagens de pontos de tinta ou toner. Esse método de fabricação é chamado de aditivo, em oposição à produção subtrativa, que remove as partes de que não se precisa a partir do material bruto.

Imagine um bolo com muitas camadas, sendo criado pedaço por pedaço, desde o início, até que o todo esteja montado. O procedimento depende do objeto que vai ser impresso. Em geral, o material é derretido (no caso do plástico, por exemplo) e aplicado por bicos de extrusão até formar o objeto tridimensional.

A impressão 3D tem início a partir do nada: começa adicionando materiais, camada por camada, até que o item esteja pronto. O tempo de impressão varia de acordo com o tamanho do produto desejado e complexidade de sua geometria: pode levar de poucos minutos a muitas horas.

Aplicações: 

A tecnologia de impressão 3D pode ser usada para criar tudo, de protótipos e peças simples a produtos finais altamente técnicos, como peças de avião, construções sustentáveis, implantes médicos que salvam vidas e até mesmo órgãos artificiais com o uso de camadas de células humanas.

A tecnologia é utilizada em diversos ramos de produção, como em joalheria, calçados, design de produtos, arquitetura, automotivo, aeroespacial e indústrias de desenvolvimento médico. (Graças aos avanços da impressão 3D é possível imprimir tudo, desde próteses a corações, rins e outros órgãos vitais humanos). Recentemente pesquisadores do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, na Suíça, divulgaram um vídeo mostrando um coração feito através de impressão 3D realizando batimentos similares ao órgão real.

CATEGORIAS

POSTAGENS MAIS RECENTES


20 maio 2019 - 14:25

IMPRESSÃO 3D – Você sabe o que é?

+
2 maio 2019 - 14:57

INDUSTRIA 4.0 – A nova organização

+
6 agosto 2019 - 15:20

Tendências de Design para 2019

+
6 agosto 2019 - 15:44

Tendências em arquitetura para 2019

+
6 agosto 2019 - 15:36

Acrílico na Arquitetura

+

PROJETOS RECENTES

SIGA NOSSO INSTAGRAM